DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Início Fóruns Vários/Off topic DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Este tópico contém 0 respostas, tem 1 utilizador, com a última actualização feita por  achel tinoco Há 10 anos, 5 meses.

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)
  • Posts
    achel tinoco
    Participante

    A consciência então deve ter-se queimado ao sol da praia do Porto da Barra, nos dias inúteis de sábado e domingo, até se tornar negra. Negra como a burrice preconceituosa daqueles que a fomentam e a alimentam com ervas de burro, somente para encurtar os grilhões de uma escravatura que há muito deveria estar morta e enterrada. Não bastasse a alma de alguns que de tão diáfanas e compungidas tingiram-se de negras para desafiar-nos o entendimento, ainda que o corpo permaneça branco pela bestialidade das ideias ou preto pela eternidade dos fatos, ou quem sabe aqueles outros tão orgulhosos de si que pregam no peito os 100% negros, e por aí vamos todos sem mais poder exibir nossas cores diversas de uma raça única como deveria ser, porque somos hoje iguais aos cachorros de muitos pedigrees e muitas raças puras e impuras a depender da região a qual pertencem, menos as mestiças ou misturadas, em desuso e desvalorizadas. Por isso mesmo até já se escolheu e propagou um dia para o dia da consciência negra que ascenda sobre o palanque todas as autoridades políticas, que algum proveito possa tirar desta data. Se criássemos o dia da consciência branca — cinco dias de feriado estariam de bom tamanho — decerto seriamos intoleravelmente taxados de preconceituosos, racistas, elitistas, indignos e por aí além… Mais para frente, digamos soberbamente que haverá o dia da consciência indígena, o da loira, morena, mameluca e o dia final da consciência maluca, onde todos juntos cantaremos uma canção nova de libertação para que nos matemos pelo meio das ruas, com raiva um da cara do outro, ou nos dividamos em lotes pequenos de duas cores: preto e branco, onde o arco-íris não nos possa mais cobrir a cabeça sob pena de nos transformar não em mulheres, como diz a lenda, mas em ignaros ruminantes. Ah, sim, não nos esqueçamos, portanto, somente aqueles que têm a consciência pura, transparente, incolor, lúcida, poderão reivindicar o reino dos céus, os demais vão se queimar no fogo do inferno ou lá para as bandas da mãe África, aquela que pariu os filhos negros e iguais, com alguma consciência.

    Achel Tinoco

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)

Tem de iniciar sessão para responder a este tópico.